FAQ - page

Need help ?

All services

Our services

Fact about us:

In 2018 we are Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim

Start project:

o que fazemos - APOIO SOCIAL

Prestamos todo o nosso apoio através de gabinetes de Atendimento Social, Rendimento Social de Inserção (RSI) e com duas Casas de Transição que têm como objetivo acolher, apoiar e reinserir mulheres em situação de vulnerabilidade social.

GABINETE DE APOIO SOCIAL

O gabinete de Apoio Social é um espaço de atendimento que presta auxílio à comunidade, das freguesias de Carcavelos-Parede e S. Domingos de Rana. Muitas são as pessoas que procuram esta resposta por motivo de desemprego, doença ou ausência de suporte familiar. Assim, a nossa missão é levar as pessoas a acreditarem num futuro melhor, trabalhando na formação, autonomização e aquisição de competências sociais.

O programa de Apadrinhamento permite a qualquer cidadão, seja residente em Portugal ou no estrangeiro, apadrinhar uma criança proveniente de uma família com carências financeiras. Quem apadrinha contribui, no mínimo, com o valor mensal de 28€ que suportará a compra de material escolar, alimentação, cuidados de saúde ou outras necessidades da criança, devidamente supervisionadas pela equipa que gere o programa.




RENDIMENTO SOCIAL DE INSERÇÃO

Dispomos de dois Gabinetes de Atendimento Social em S. Domingos de Rana, através de um protocolo com o Instituto de Segurança Social, com equipas que acompanham famílias beneficiárias do Rendimento Social de Inserção (RSI). As nossas equipas, em conjunto com os próprios beneficiários, definem estratégias de mudança para que possa haver uma transformação na vida destas pessoas. As famílias são acompanhadas através de visitas domiciliárias, treino de procura de emprego, formação, procura de habitação, organização da vida quotidiana, entre outros.




CASAS DE TRANSIÇÃO

A ABLA dispões de duas Casas de Transição, que têm como objetivo acolher, apoiar e reinserir mulheres em situação de vulnerabilidade social. Ex-reclusas, vítimas de violência doméstica ou mulheres noutras situações que não tenham habitação, nem qualquer suporte familiar, com ou sem filhos. Nestas casas é-lhes assegurado o bem-estar físico e psicológico, orientação na procura de emprego e formação profissional, bem como a promoção do acesso aos cuidados de saúde. Durante essa permanência temporária, é seguido um Plano de Inserção para que sejam trabalhadas as suas competências sociais, pessoais, profissionais e parentais, com acompanhamento técnico, com vista à sua autonomização a breve prazo.




O NOSSO IMPACTO

Procuramos olhar para cada indivíduo de forma única e singular, onde cada número representa uma vida, uma história. Trabalhamos para melhorar e marcar a vida daqueles que chegam até nós.

14

Mulheres e crianças acompanhadas
nas Casas de Transição

392

Famílias acompanhadas
pelo Gabinete RSI

40

Famílias que recebem um cabaz
de alimentos quinzenal

55

Crianças apadrinhadas
em Portugal